Trincas em Balões de Caldeiras

3/9/2005

Recuperação de Trincas em Balões de Caldeira pelo Processo Patenteado e Aprovado de "Restauração Metálica".

Temos a seguir , uma análise das trincas ocorridas da parte interna para a externa da Parede dos Balões de água e de lama, nos extremos destes, e nas regiões centrais das colméias.

Foto 1:  Trincas no Balão de Água como inicialmente apresentadas: Suzano Bahia Sul Celulose S/A.

Foto2:  Zoom de uma trinca significativa que ao ser aberta, já estava passante na parede do Balão de Água/Vapor, com espessura de 150mm.

Foto3: Vista geral da área interna do balão de água/vapor, após a remoção das trincas:

  • Uma na extrema esquerda passante por 4 furos e na perimetral.
  • Uma na superior esquerda passante por 4 furos e na longitudinal
  • Duas no meio passante por 2 furos, e na longitudinal.
  • Mais de 30 trincas não passantes e radiais aos furos.

Foto 4: Zoom sobre trincas removidas.
Regiões do Balão superior, que sofreram  pré aquecimento para goiavagem,  para a eliminação das trincas. Após END para a certificação da eliminação plena dos problemas,  tais regiões foram liberadas para a Soldagem pelo Processo Patenteado de "Restauração Metálica", que elimina o hidrogênio nascente, a martensita no ZTA (zona termicamente afetada pela soldagem) e alivia as tensões de soldagem a baixa temperatura, preservando  o dimensional, garantindo a plena continuidade das tensões, com a dutilidade normal.

Foto 5: Trincas abertas parcialmente também no Balão de Lama no extremo oposto ao do de água, e na mesma região central da colméia.

Foto 6:  Houve trincas nos balões de água / vapor, e de lama. Esta caldeira produz até 200 toneladas de vapor hora, a até 100Kg/cm² de pressão, e já está operando após os reparos, a mais de 2 anos na Suzano Bahia Sul e sem nenhuma alteração na qualidade dos reparos, e nas regiões circunvizinhas. Estes  balões pertencem a caldeira auxiliar de geração de energia elétrica.

Foto 7:  Forno elétrico montado no balão de lama para recuperar trincas na colmeia pelo processo patenteado de "Restauração Metálica" na Usina Central Paraná.

Foto 8: Soldagem em andamento com os sucessivos passes de solda executados pelo processo patenteado de "Restauração Metálica" e individualmente inspecionados e distensionados, garante-se uma deformação de contração da solda, praticamente nula. Após a soldagem concluída com remoção do "back", e acabamento interno e externo ao balão, foram feitas as inspeções por líquido penetrante, partículas magnéticas e ultra-som, ficando aprovado o serviço, e liberado para a produção de vapor para a Usina Rafard, do Grupo Cosan S/A, com periódicas inspeções, estando em perfeitas condições, tanto a recuperação  como as regiões circunvizinhas após a última safra. 

Informátivo News Edição II - Agosto de 2005.
Açúcar & Álcool/Celulose & Papel/Petroquimicas Refinarias e Indústria Pesada de Modo Geral.